>>>Chupeta? Sim ou não?
ARTIGOS
Olhamos
por si

Incontinência Urinária? Marque já a sua consulta gratuita!

A nova Clínica Fisiátrica de Braga já abriu!

Os sintomas e tratamentos da doença de Parkinson

Viver após um AVC– Adaptações a ter em conta!

Chupeta? Sim ou não?

O uso deste acessório tão popular tem tudo para ser controverso. Vários estudos indicam que o uso moderado pode ter as suas vantagens mas há especialistas que rejeitam esta teoria. Antes de decidir se o seu filho vai ou não usá-la, conheça estes 5 factos.

1 – A chupeta atrapalha a amamentação?
A Organização Mundial da Saúde e o Fundo das Nações Unidas para a Infância recomendam oficialmente a não utilização de chupetas, pelo menos, nos primeiros dias de vida. A musculatura e a posição da língua que o bebé usa para sugar a chupeta é diferente da usada para mamar, o que confunde a criança e pode dificultar o início da amamentação. Assim, se decidir pela chupeta, faça-o depois de três ou quatro semanas de vida do bebé.

2 – A chupeta prejudica a dentição?
Os factos indicam que se a criança largar a chupeta antes dos 2 anos, os dentes voltam a crescer normalmente. No entanto, nunca é demais lembrar que o uso da chupeta pode favorecer alterações na respiração, na postura, na fala e na mastigação. É aconselhado por isso que opte sempre pelos tipos ortodônticos e varie entre diferentes marcas e modelos.

3 – Até que idades podem as crianças usar chupeta?
A chupeta deve ser retirada com 1 ano, no máximo com 2. Os pais devem ter atenção de que o seu uso não é exagerado. Não deixe que o seu filho a use o dia todo e coloque-a apenas para adormecer ou em caso de choro, já que a criança tende a cuspi-la minutos depois.

4 – O que é pior? Chupeta ou dedo?
Chuchar no dedo será sempre pior já que a criança tende a ganhar o hábito e o fará sempre que desejar, sem recurso à chupeta.

5 – A chupeta alivia as cólicas do bebé?
Nos primeiros instantes sim, uma vez que o acalma. Depois de alguns minutos, a criança tende a engolir ar e isso irá agravar as cólicas.
Por fim, é importante lembrar que a chupeta deve ser bem lavada com água corrente sempre que cair ao chão e idealmente esterilizada todos os dias, da mesma forma que se deve trocar de chupeta com alguma frequência.

Terapeuta da Fala Laura Geração

JUNTE-SE A NÓS

NEWSLETTER

Contamos com os profissionais especializados para o ajudar.